Get Adobe Flash player
Início

Blog de Luis Genova

A “festa” da Copa do Mundo

 

BlatterEnquanto a maioria de nós fica preocupada com os penais perdidos pelos nossos “craques”, com a escalação do Mano Menezes, se vamos de Elano ou Ramires, Pato ou Fred, a verdadeira “festa do futebol” continua a todo vapor. A Copa do Mundo (assim como as Olímpiadas) se resume a um grande NEGÓCIO...Que se nutre pela via da corrupção descarada...É muito dinheiro público sendo transferido para importantes setores da iniciativa privada (construtoras amigas, redes de comunicação amigas, redes hoteleiras e de turismo, agências de marketing, indústria de bebida...) que por sua vez retribuirá aos políticos amigos como “contribuições de campanha”...

A Crise Econômica Global: transferência sem precedentes de bilhões de dinheiro público aos “pobres” banqueiros internacionais

 Temos Fome

A crise econômica global, iniciada em 2007-2008, nos EUA, atinge hoje com brutal violência os trabalhadores, a juventude e os aposentados  dos países europeus. O grande marco desta crise foi o anúncio da falência do banco Lehman Brothers, o quarto maior banco de investimentos dos EUA. Em seguida foram à bancarrota o Merril Lynch, o Bank of America, a seguradora AIG (uma das maiores do mundo), as firmas de hipoteca Fannie Mae e Freddie Mac. E o Tesouro americano acabou injetando em torno de 13 trilhões de dólares nestas empresas numa tentantiva de estancar a sangria.

CONVERSAS DO LADO DE CÁ

 

midia manipulaA grande mídia sempre prega que faz jornalismo imparcial, isento e comprometido apenas  com o seu leitor (ou telespectador, ou ouvinte, etc...). Grande mentira! Aliás, mais uma das grandes mentiras que nos contam diariamente. Poderíamos citar “n” casos de grandes mentiras, manipulações e falsificações que foram notícia. Sugiro ao leitor que faça um exercício de memória e nos envie, pelos comentários, exemplos destas grandes mentiras. Não há isenção, não há imparcialidade... A grande questão é conseguirmos identificar o que está por detrás das notícias, das análises, dos comentários que nos chegam... a que interesses se presta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Solidariedade