Get Adobe Flash player
Início

Aposentados e pensionistas debatem conjuntura e iniciativas de luta para 2018

Em assembleia, realizada nessa quinta-feira, 08 de março, a diretora do Sindsef-SP, Ana Lúcia Gori, fez uma breve análise sobre a atual situação enfrentada pelo país, passando pela alta dos preços nos mercados e serviços básicos, campanha salarial e ausência de reajuste para o funcionalismo e a importância de fortalecer as lutas contra os constantes ataques do governo.

Ana Gori abriu a assembleia falando sobre a importância do 8M - Dia Internacional de Luta da Mulher Trabalhadora e convidando os participantes para fortalecerem a coluna da CSP-Conlutas, no Ato em defesa das Mulheres. 

Os presentes contribuíram com o debate, apontando as diferenças de preços encontradas nos supermercados de um mês para o outro. "Estou gastando quase o dobro e levando menos produtos para casa". comentou uma aposentada. "Onde fica este mercado onde ocorreu queda na inflação?", questiona outro.

Eles também acrescentram outros elementos ao debate, como a situação dos imigrantes que fogem dos seus países de origem em busca de oportunidades. Gori observou que estes trabalhadores estão fugindo de situações de imensa vulnerabilidade e buscam dignidade para construir uma nova vida.

O recuo do governo em relação a Reforma da Previdência, também foi pauta da Assembleia. A diretora observou que, apesar dessa vitória, o governo continua se articulando para implementar mudanças que não signifique alterar a Constituição, mas que mexe nos direitos dos Servidores Públicos. É o caso da Medida Provisória 805, suspensa pelo STF, que aumenta a alíquota previdenciária dos SPF's. "Não podemos baixar a guarda", alerta.

Outro ponto de pauta foi sobre a situação dos planos médico de auto gestão, em especial o Geap e Capesaude, que há anos enfrentam graves problemas de gestão. Aumentos abusivos e a precariedade na rede de atendimento são as principais reclamações dos servidores. 

O Sindsef-SP irá promover um seminário sobre este tema no final de março. O objetivo é buscar alternativas que evite a evasão dos dos planos de auto gestão. Um Coletivo Nacional foi criado para discutir a possibilidade de unir todos os planos de auto gestão. Participe do seminário e saiba mais informações sobre este debate. 

Veja mais fotos <aqui>.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Solidariedade