Get Adobe Flash player
Início

Nota pública contra a extinção do Ministério do Trabalho

Nota pública contra a extinção do Ministério do Trabalho

O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal no Estado de São Paulo - Sindsef-SP vem a público se manifestar contra a extinção do Ministério do Trabalho, anunciada nessa quarta-feira, 07/11, pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro. 

Temer e o Congresso corrupto, representantes dos interesses patronais, conseguiram aprovar a Reforma Trabalhista, o que significa mais ataques aos direitos dos trabalhadores, e aprofundaram a política de desmantelamento do Ministério, cujas funções são exatamente de fiscalizar e combater os abusos!

Bolsonaro pretende aprofundar ainda mais os ataques aos trabalhadores e fala abertamente na criação de uma carteira verde amarela, onde o contrato de trabalho individual prevalece sobre a CLT. Não podemos esquecer que durante a campanha eleitoral, o vice de Bolsonaro, General Amilton Mourão, fez declarações contrárias ao pagamento do 13º salário e do adicional sobre férias.

O Sindsef-SP considera primordial a preservação do Ministério do Trabalho. A existência de uma pasta ministerial autônoma, voltada à análise e regulação das condições de trabalho é fundamental para exigir que os patrões cumpram suas obrigações e para que possamos lutar contra o trabalho escravo, contra o trabalho infantil, contra o desrespeito aos direitos trabalhistas de forma geral.

Em defesa dos interesses da classe trabalhadora, o sindicato exige que o Ministério do Trabalho não tenha ingerência de partidos políticos ou outras entidades! Que a gestão seja profissional e com servidores públicos de carreira! Que sejam realizados mais investimentos no MTb. Pela imediata abertura de concursos públicos!

Diretoria Coegiada do Sindsef-SP

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Solidariedade