Get Adobe Flash player
Início

Representantes dos Trabalhadores do Setor Público se reúnem para traçar estratégias de luta

 

Representantes de diferentes categorias do setor público reúnem-se no dia 16 de fevereiro, no Sindicato dos Metroviários de São Paulo, a fim de traçar estratégias para enfrentar os ataques do governo ao serviço público e aos direitos dos trabalhadores, como a reforma da Previdência e a nova legislação trabalhista.

O encontro está sendo organizado pelo Fórum dos Trabalhadores do Setor Público no Estado de São Paulo, do qual o Sindsef-SP participa ativamente e que ainda conta com a adesão de entidades representantes do funcionalismo municipal, estadual e federal, e também de trabalhadores públicos (contratados em regime celetista, mas que atuam em autarquias e empresas públicas, como o Metrô).

Os servidores interessados em participar deste debate devem entrar em contato com o Sindsef-SP, até o dia 13 de fevereiro, para realizar a inscrição.

A programação inclui palestras e grupos de trabalho com o objetivo de preparar os trabalhadores e organizar reação aos ataques do governo.

A professora Sara Granemann, da Escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, detalhará a proposta de reforma da Previdência e seu impacto sobre os direitos sociais.

O advogado César Lignelli, do departamento jurídico do Sindsef-SP e de outros sindicatos, abordará as ameaças que pairam sobre os direitos e conquistas do funcionalismo no governo de Jair Bolsonaro (PSL).

Marcus Orione, professor da Faculdade de Direito da USP, falará sobre os ataques à estrutura sindical e à organização dos trabalhadores.

Ao final do encontro, uma plenária definirá o plano de mobilização das diversas categorias para defender os serviços públicos e os trabalhadores. O encontro será encerrado com uma confraternização.

Programação

1º ENCONTRO ESTADUAL DOS TRABALHADORES DO SETOR PÚBLICO NO ESTADO DE SÃO PAULO

Local: Sindicato dos Metroviários de São Paulo – Rua Serra de Japi, 31 - Tatuapé, São Paulo/SP.

8h - Início do credenciamento

9h - Painéis: 

“As possíveis contrarreformas da Previdência Social - defesa da previdência pública, universal e digna”.    

- Drª Sara Granemann - Docente na Escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

“Os ataques aos serviços e servidores públicos - defesa do serviço público, gratuito e de qualidade”.

- César Lignelli - Advogado do Departamento Jurídico do Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal no Estado de São Paulo - Sintrajud. 

“Os ataques às organizações dos trabalhadores – Segurança política e sindical”

- Marcus Orione - Professor da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direitos fundamentais individuais e sociais, direito da seguridade social, crítica marxista dos direitos humanos.

11h - Início dos grupos de trabalho

12h - Almoço

14h - Continuação dos grupos de trabalho

15h - Lanche 

15h30 - Plenária final

17h - Confraternização

Com informações do Sintrajud