Get Adobe Flash player

Pelo direito de existir! Chega de transfobia!

Em 2019, 124 pessoas trans foram assassinadas no Brasil e 11 foram agredidas por dia. Os dados são do dossiê da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), publicado nesta quarta-feira (29) em razão do Dia Nacional da Visibilidade Trans, e da organização Gênero e Número.

24/01: Atividade pelo Dia dos Aposentados e da Previdência Social Pública

No dia 24/01 os servidores aposentados e pensionistas vão às ruas, junto aos servidores da ativa, por reajuste salarial, em defesa da previdência social pública, pela imediata abertura de concursos públicos, por melhores condições de trabalho e contra a militarização do INSS.

Os servidores se concentram a partir das 14 horas no INSS da R. Cel. Xavier de Toledo e saem em caminhada até o INSS da R. Santa Ifigênia, no Centro de São Paulo.

Fora nazistas e racistas!

O presidente Jair Bolsonaro demitiu Roberto Alvim da secretaria da Cultura. Alvim reproduziu um discurso do ministro da Propaganda do führer nazista, Joseph Goebbels, em um pronunciamento oficial. Em seguida, Bolsonaro convidou para o cargo a atriz veterana Regina Duarte, conhecida não apenas por defender o governo, como por afirmações racistas e que minimizam a homofobia.

Não à intervenção militar nos órgãos!

O processo de militarização do serviço público vem crescendo desde que Jair Bolsonaro assumiu a Presidência da República. Além dele - capitão reformado - e do vice, o general Hamilton Mourão, e de 8 de seus 22 ministros, há ao menos 2.500 militares em cargos de chefia ou assessoramento. A notícia da contratação de 7.000 mil militares da reserva para o INSS escancara o que os servidores já vêm percebendo.