Conselho deliberativo do Sindsef-SP define estratégias para 2012

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

A primeira reunião do Conselho Deliberativo do Sindsef-SP, em 2012, ocorreu nos dias 28 e 29 de Janeiro.
Na manhã de sábado (28) os conselheiros se reuniram em grupos para debater os temas de conjuntura nacional e internacional. Em seguida, assistiram à apresentação de Nazareno Godeiro, representante do Ilaese (Instituto Latino Americano de Estudos Sócio Econômicos) que falou sobre a crise econômica mundial e os reflexos no Brasil.
À tarde foi a vez de Paulo Barela, membro da Executiva Nacional da CSP-Conlutas, apresentar os principais pontos da Campanha Salarial de 2012. Os servidores participaram ativamente dos debates, relacionando os temas abordados na primeira palestra com os desafios colocados para os servidores diante do Governo Dilma. Discutiram também as iniciativas importantes que o Sindsef-SP vem tomando para organizar as entidades do funcionalismo no Estado.
No final do dia os conselheiros fizeram o balanço das atividades da diretoria e fizeram várias sugestões para aprimorar os trabalhos realizados.
No domingo (29) os conselheiros aprovaram  as propostas de ação para o primeiro semestre de 2012,  que incluíram as atividades da campanha salarial, a preparação do Seminário da Funasa e do VI Encontro dos Aposentados que ocorrem em fevereiro e a participação na Plenária da Condsef e no Congresso da CSP-Conlutas, que ocorrem no mês de abril. Também foram apresentados os temas de formação política que serão desenvolvidos durante o ano. A reunião aprovou a participação na Campanha de Solidariedade ao Pinheirinho e o Apoio à Eleição do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Curtas Jornadas Noite Adentro

Vale a pena conferir o longa Curtas Jornadas Noite Adentro, de Thiago B. Mendonça, que estará disponível na plataforma on-line do Sesc até 25.02.2023.

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.