“Sem negociação, não haverá eleição”

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Pela aprovação imeditata do PCS, todos aos atos nos cartórios eleitorais na terça e quarta. Trabalhadores do judiciário protestam em frente a cartório e avisam: “Sem negociação, não haverá eleição”

Por Caê Batista

“Sem negociação, não haverá eleição”, esses dizeres estavam na faixa que os trabalhadores do Judiciário Federal estenderam em frente ao cartório da 2ª Zona Eleitoral de São Paulo, em Perdizes, na manhã desta segunda-feira, dia 07.

Essa foi a primeira manifestação dos trabalhadores do Judiciário em frente a cartórios da cidade.

Na terça-feira (08) será a vez do cartório da 253ª Zona, no Tatuapé. A manifestação começa às 9h. O cartório fica na Praça Santa Teresinha, 45, Tatuapé, entre as estações Tatuapé e Carrão do Metrô.

Na quarta-feira, será a vez do cartório da 1ª Zona, na Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 453, ao lado do Teatro Abril. Previsto para começar 12h, o ato contará com a participação de outros setores do funcionalismo, como parte da Campanha Salarial Unificada.

“Foi uma manifestação importante para mostrar que se o governo Dilma não mostrar disposição de negociar o PCS, as eleições poderão ficar prejudicadas”, disse Erlon Sampaio, diretor do Sintrajud.

Para ele, as manifestações nos cartórios são fundamentais para ajudar na construção da mobilização no Tribunal Regional Eleitoral (TRE): “Elas ajudam porque trazem para a luta os servidores que vão organizar as eleições. E a participação deles é fundamental na construção da greve, que deve acontecer caso não haja negociação por parte do governo”.

Dia 09, manifestações em todo o país

A manifestação do dia 09 tem um caráter nacional, devendo acontecer em todos os estados do país. Essa é a orientação da Fenajufe aos sindicatos de base.

Elas fazem parte de um calendário de luta e mobilização dos trabalhadores do Judiciário que prevê:

17/05: Dia Nacional de Luta em unidade com todos os setores do funcionalismo e construir a paralisação.

21 a 25/05: Rodada de assembleias nos prédios para a construção da greve por tempo indeterminado.

30/05: Indicativo de greve por tempo indeterminado.

05/07: Apagão da Justiça Eleitoral.

Veja carta aberta aqui

 

Fonte: SINTRAJUD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.