17/04: Ato contra a privatização da Sabesp!

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

A votação do projeto que privatiza a Sabesp, empresa responsável pelo tratamento de água e esgoto de São Paulo pode acontecer nesta quarta-feira, 17. Para barrar essa proposta nefasta, haverá um ato público a partir das 14h na Câmara de Vereadores.

Se não bastasse as frequentes e demoradas faltas de energia em São Paulo, com destaque para o apagão no final do ano passado, pela empresa privada de energia elétrica Enel, o governador bolsonarista Tarcísio de Freitas quer colocar o abastecimento de água no estado sob o mesmo risco.

O discurso do governador de que a privatização vai reduzir tarifas e universalizar o saneamento é uma mentira. Onde há privatização, os valores só aumentam e não há melhora nos serviços, afinal, as empresas privadas, por sua própria essência, só focam no lucro.

O projeto em questão prevê a privatização da Sabesp através da oferta da maioria das ações da empresa na Bolsa de Valores. Atualmente, o governo de São Paulo detém 50,3% das ações da empresa. Tarcísio quer reduzir a participação de 30% a 15%. Mas, não há detalhes de como se dará essa privatização.

A verdade é que Tarcísio amplia o roubo do patrimônio do povo trabalhador a serviço dos bilionários. Não podemos aceitar!

Privatização, não! Sabesp precisa ser 100% estatal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

TRF1 assegura direito de servidora permanecer no órgão para o qual foi removida por permuta

A 1ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) confirmou a sentença que julgou procedente o pedido para anular ato do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT3) que determinou o retorno de uma servidora ao órgão de origem, reconhecendo o direito de ela permanecer no TRT da 22ª Região (TRT22), com lotação em Teresina/PI, para o qual foi removida, em reciprocidade, mesmo após o retorno à origem da servidora com quem permutou.