A Campanha Salarial Unificada de 2022 já começou! Participe das atividades!

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

O Sindsef-SP, junto à CSP-Conlutas, está acompanhando as ações iniciais da Campanha Salarial Unificada dos servidores públicos e convoca sua base a participar da próxima iniciativa: a Plenária Nacional dos Servidores e Servidoras Federais, marcada para esta quinta-feira (27/01), às 15h, online. Inscreva-se pelo link: https://forms.gle/ZyYq9r6MzY1qsZ4p8

Após essa atividade, o calendário de lutas aprovado pelo Fonasefe (Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais) conta com uma coletiva de imprensa na sexta-feira (28/01), início da Jornada de Lutas com estado de greve, paralisações e ações de mobilização em Brasília/DF na segunda-feira (14/02) e o indicativo de Greve Nacional do funcionalismo no dia 09/03, uma quarta-feira.

A pauta de reivindicações emergenciais (PDF disponível no site) foi protocolada por entidades de Servidores Públicos Federais (SPF), organizadas no Fonasefe, para o governo Bolsonaro na última terça-feira (18/01). Além de reivindicar 19,99% de reposição emergencial, entidades pedem a revogação da Emenda Constitucional (EC) 95/2016, do teto dos gastos, e arquivamento da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32/2020, da reforma administrativa.

A mobilização unitária de todos os segmentos de servidores e servidoras é muito importante. Em breve, o sindicato irá realizar assembleias para que todos e todas se incorporem à luta em defesa da reposição salarial. 

 

 

São Paulo, 25 de janeiro de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.