Acontece hoje o lançamento da Campanha Salarial de 2014 do funcionalismo público

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Com o tema “Jogando juntos a gente conquista – Serviço Público Padrão Fifa”, será lançada nessa quinta-feira, 22/01, a Campanha Salarial 2014 do funcionalismo público federal. A categoria fará atos, palestras e seminários nos estados.

Em São Paulo, a atividade será às 18h, no auditório do Sinsprev-SP, localizado na Rua Antônio de Godoy, nº 88, 5º andar – Metrô São Bento. Participam da organização: Sindsef-SP, Sinsprev, Sintrajude, Sinal, Sintunifesp, Sindsusep, Associação Nacional Unafisco, Sintufabc, Sindfaz e o Sindicato dos Trabalhadores do IBGE.

 

“Servidor público federal: sem este time o Brasil não entra em campo – Valorização, já!”

A campanha salarial dos servidores federais chama atenção para a necessidade de investimento e valorização do setor público. Se por um lado o governo dedica quase 50% do orçamento da União para o pagamento dos juros e amortizações da dívida pública; por outro, não investe sequer 10% do montante em setores fundamentais como saúde, educação e transporte.

Dilma tenta fazer o povo brasileiro crer que a realização da Copa do Mundo irá trazer benefícios grandiosos para o país. No entanto, em um levantamento de dados do Portal da Transparência da CGU (Controladoria-Geral da União) foi possível verificar que em 9 das 12 cidades-sede o financiamento federal para a construção e reforma dos estádios para a Copa é maior do que os repasses da União para a educação nos últimos quatro anos. O que está em jogo, portanto, são os interesses dos grandes grupos econômicos e não a melhoria da qualidade de vida da população.

Neste ano de 2014, a Campanha Salarial garante que, sem os servidores, o Brasil não entra em campo. O time já se prepara para uma greve a partir de abril, caso o governo não sinalize para atender as reivindicações. São as seguintes:

Definição da data-base (1º de maio);

Política salarial permanente com reposição inflacionária, valorização do salário base e incorporação das gratificações;

Cumprimento por parte do governo dos acordos e protocolo de intenção firmados;

Contra qualquer reforma que retire direitos dos trabalhadores;

Retirada dos PLs, MPs, Decretos contrários aos interesses dos servidores públicos (PL 549/09, PL248/98, PL92/07, PL1992/07 e demais proposições), supressão do artigo 78, da LDO, que define o prazo até 31/08, para encaminhar projetos de lei que reestruturam a carreira e concedem qualquer tipo de reajuste aos trabalhadores. Supressão dos artigos 86 e 87 que tratam da mudança de idenizar a insalubridade/periculosidade no PL 2203/11 e supressão do artigo 46 que trata da redução remuneratória aos médicos que têm sua carga horária regulamentada por lei no PL 2203/11.

Paridade entre ativos, aposentados e pensionistas;

Antecipação da parcela de 2015 do acordo firmado em 2012.

Além desses pontos, a pauta de reivindicações contém bandeiras e propostas históricas que a categoria defende permanentemente ao longo dos anos, independente dos governos que passam pelo Palácio do Planalto.

 

Falando em paridade entre ativos, aposentados e pensionistas…

Amanhã, 23/01, véspera do Dia dos Aposentados, este segmento fará um ato público simbólico, a partir das 11h, no Gabinete da Presidência da República em São Paulo, na Av. Paulista (Metrô Consolação). Essa manifestação também será conjunta de todos os federais e terá como eixo principal a Campanha Salarial.

O Sindsef-SP faz um chamado a todas e todos trabalhadores a se somarem a esta luta!

 

Confira o calendário de atividades do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais:

22 de janeiro – Lançamento da Campanha Salarial nos estados;
23 de janeiro – Reunião, às 16h, em Brasília, para avaliação das ações realizadas no dia 22/1;
5 de fevereiro  – Ato público em Brasília, a partir das 9h, em frente ao Ministério do Planejamento (Bloco K), na Esplanada dos Ministérios;
6 de fevereiro   – Seminário sobre a Dívida Pública – Auditoria Cidadã;
7 de fevereiro   – Reunião ampliada das entidades sindicais para preparar a ampliação da mobilização e tratar do indicativo de greve para abril;
12 de fevereiro  – Reunião das centrais sindicais com o senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator do projeto de lei que restringe o direito de greve dos servidores públicos federais e que deverá apontar data para uma audiência pública sobre o tema.

 

Segue abaixo os materiais da Campanha Salarial 2014 disponíveis para download:

<Clique aqui para download de todos materiais gráficos e para web da Campanha>

<Clique aqui para ter acesso ao Jornal do Fórum Nacional de Entidades dos Servidores Públicos Federais>

 

Leia mais:
Serviço Público Padrão FIFA
http://www.sindsef-sp.org.br/portal/node/12297 

 

*Por Lara Tapety
Imprensa/Sindsef-SP 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.