Apoio à luta do povo palestino contra a agressão de Israel

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

A assembleia estadual do Sindsef-SP aprovou moção de solidariedade e apoio à luta do povo palestino. Israel está promovendo um verdadeiro massacre, se aproveitando da sua brutal superioridade militar. São mais de 1.400 mortos, em uma barbárie que está atingindo escolas e hospitais, com muitas crianças entre as vítimas.

O bombardeio indiscriminado da população civil transformou Gaza em um gueto, cercado e isolado, que agora está sendo invadido por tanques, sem que a população possa fugir ou se refugiar em qualquer lado.

Israel tentou utilizar a farsa de que está se “defendendo contra terroristas”, mas no mundo todo existe uma indignação contra o genocídio. Mesmo com todo apoio não disfarçado da mídia mundial, não dá para esconder o massacre. As redes sociais em todo o mundo estão cumprindo, mais uma vez uma tarefa progressiva, mostrando as imagens.

A resultante é que temos em muitos países as maiores mobilizações contra o massacre e nos territórios ocupados é possível que ecloda uma terceira intifada, pelo grau de revolta da juventude.

Fazemos um chamado para que o governo brasileiro rompa suas relações diplomáticas e os acordos militares com Israel. O governo petista fez uma crítica suave ao “uso da força de forma desproporcional” por parte de Israel, e  recebeu uma resposta extremamente dura do governo sionista, que afirmou que o Brasil era um “país irrelevante”, um “anão diplomático”. Caso não responda à altura estará de fato reduzindo sua estatura.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.