Assembleia Geral do Sindsef-SP elege delegados para Seminário dos Federais e atividades da Condsef

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

A Assembleia Geral Estadual dos Sindsef-SP reuniu servidores ativos, aposentados e pensionistas de diversos órgãos, entre eles: AGU, Defesa, DNPM, Ex-LBA, Funai, Ibama, MTE, IPEN, MS (Ex-Funasa), PGFN e Sesai.

A pauta da assembleia girou em torno de eleger delegados para participarem do Seminário Nacional dos Servidores Federais, para os encontros setoriais e para a Plenária da Condsef.

O Seminário dos Federais começa nesta sexta-feira, 14/11. O evento é uma iniciativa do Fórum das entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais. O objetivo é organizar a campanha salarial de 2015, ampliar e fortalecer a unidade entre os setores do funcionalismo para construir um processo de luta unitário capaz de barrar de intervir no cenário político e econômico que sinaliza com mais arrochos para classe trabalhadora.

Os encontros setoriais e a plenária nacional da confederação ocorrem entre os dias 20 e 23 de novembro, em Luziânia/GO. Estas atividades serão o ponta pé inicial para as lutas de 2015. É preciso retomar as negociações e atualizar as pautas de reivindicações.

Servidores da Área Ambiental (IBAMA/ICMBio) e do Incra elegerão seus delegados em assembleia estadual especifica de cada setor. 

Homenagem – Crispim, presente!

Manoel Crispim, sindicalista e ativista na luta contra o racismo, foi homenageado durante a assembleia com uma grande salva de palmas. Ele faleceu, no dia 05 de novembro,  em um acidente de carro na região de Araruama, RJ. Crispim era velho conhecido dos servidores do Sindsef-SP, sempre contribuindo para o combate a opressão racista.

16º Congresso do Sindsef-SP, realizado em 2010 – Crispim participou da mesa de combate a opressões.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.