Assista ao video da CSP-Conlutas sobre a privatização do petróleo

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Em 03 de outubro a Petrobras completa 60 anos. Os 17 sindicatos dos petroleiros no país comemoram a data com um dia nacional de luta unificada da categoria para exigir do governo o cancelamento do leilão da bacia de Libra, previsto para o dia 21. A data também servirá como um dia de luta da campanha salarial dos petroleiros, que estão há 17 anos sem aumento real no salário base, e integra a campanha contra o leilão da bacia de libra.

A CSP-Conlutas participa da campanha contra a privatização da bacia de Libra e impulsionará atividades conjuntas com os petroleiros e nas bases das categorias ligadas à Central.

 

Hoje (3), a Petrobras completa 60 anos. Os 17 sindicatos dos petroleiros no país comemorarão a data com um dia nacional de luta unificada da categoria para exigir do governo o cancelamento do leilão da bacia de Libra, que está marcado para 21 de outubro. A data também servirá como um dia de luta da campanha salarial dos petroleiros, que estão há 17 anos sem aumento real no salário base, e integra a campanha a campanha contra o leilão da bacia de libra.   – See more at: http://cspconlutas.org.br/2013/10/petroleiros-de-todo-o-pais-cruzam-os-bracos-no-dia-do-aniversario-da-petrobras-atividade-integra-campanha-contra-a-privatizacao-do-petrelo/#sthash.liQuVcCs.dpuf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.