Ato em defesa do Sinsprev/SP reúne entidades e movimentos sociais

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Nesta quinta-feira, 11 de dezembro, entidades e movimentos sociais fortaleceram o ato público em defesa do Sinsprev/SP (Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Previdência no Estado de São Paulo). Representantes do Sindsef-SP estiveram na manifestação e acompanharam ativamente o protesto.

O protesto denuncia a concessão do Registro Sindical, pelo Ministério do Trabalho e Emprego,  ao Sinssp, entidade composta por gerentes do INSS e membros do governo. Chama atenção o fato que o Sinsprev/SP aguarda desde 1993 a concessão do registro, enquanto luta pelos direitos da categoria.

A manifestação começou na frente da Superintêndencia do  INSS, no Viaduto Santa Ifigênia, depois saiu em passeata até a sede Ministério do Trabalho e Emprego, na rua Martins Fontes.

Carregando suas bandeiras, os ativistas gritavam palavras de ordem pelo percurso. Enquanto as falas se sucediam os manifestantes ocuparam o saguão do prédio do MTE e pediam para ser recebidos pelo superintendente Luiz Antônio Medeiros.

A força do protesto conseguiu que uma representação fosse recebida pelo superintendente, que recebeu o documento repudiando a concessão do Registro Sindical a este sindicato que não representa a categoria. Medeiros pediu uma nova reunião para o dia 17 de dezembro, para apresentar um posicionamento do Ministro do Trabalho, Manoel Dias.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.