Ato pelo direito de greve no dia 25. Participe!

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

 

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo e várias outras entidades sindicais, políticas e populares estão organizando um ato público em defesa do direito de greve. Ele será realizado no dia 25 de junho, a partir das 19 horas, no Largo São Francisco (Faculdade de Direito da USP), região central de São Paulo.

O ato vai contar com as presenças de Jorge Souto Maior (professor associado da Faculdade de Direito da USP) e de Francisco Gérson Marques de Lima (procurador regional do trabalho do Ceará, membro do Conalis – Coordenadoria Nacional de Promoção da Liberdade Sindical e professor adjunto da Universidade Federal do Ceará).

A mais recente greve dos metroviários de São Paulo sofreu grandes ataques do governo estadual, da justiça do trabalho e de parte da imprensa. Na verdade, todas as greves da área de transporte no País vêm sendo atacadas, inclusive com mentiras.

É preciso lutar para garantir o direito de greve. Os governos federal e estadual e setores do judiciário trabalhista já deixaram claro que não querem que os metroviários e outros trabalhadores tenham o direito de preservar seus direitos.

Participe!

Fonte: Metroviários de SP

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

TRF1 assegura direito de servidora permanecer no órgão para o qual foi removida por permuta

A 1ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) confirmou a sentença que julgou procedente o pedido para anular ato do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT3) que determinou o retorno de uma servidora ao órgão de origem, reconhecendo o direito de ela permanecer no TRT da 22ª Região (TRT22), com lotação em Teresina/PI, para o qual foi removida, em reciprocidade, mesmo após o retorno à origem da servidora com quem permutou.