Campanha Salarial | Funcionalismo faz ato em Brasília; Sindsef-SP é representado pelos servidores do MTP

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Os servidores públicos federais seguem em luta pela recomposição salarial emergencial de 19,99%, índice referente às perdas inflacionárias acumuladas durante os três anos do governo Bolsonaro. O objetivo é recuperar parte do poder de compra destes trabalhadores, que em muitos setores estão a cerca de cinco anos sem nenhum acréscimo em seus salários.

Do outro lado, Bolsonaro e sua equipe econômica seguem sem abrir um canal de negociação efetivo para debater as reivindicações da categoria.

Cansados do descaso e da intransigência do governo, os servidores administrativos do Ministério do Trabalho e Previdência deflagraram greve no início de abril em busca da recomposição salarial para todo o funcionalismo e também pela pauta especifica do setor que  são: concessão de um Plano  de Carreira, que equipare aos salários dos servidores do INSS, realização de concursos públicos para todos os níveis, condições de trabalho.

Para dar visibilidade a greve, pedir apoio dos parlamentares ao movimento e fortalecer as atividades da campanha salarial unificada, servidores adminsitrativos do MTP, representando a categoria e o Sindsef-SP, estão em Brasília participando de várias mobilizações.

O grupo se somou ao comando de greve do MTP e desde terça-feira, 10/05, está percorrendo a Câmara dos Deputados para divulgar a reivindicação da categoria. 

Nesta quarta-feira, 11/05, ocorreram protestos em frente Minstério da Economia, com caminhada até o Congresso.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Festival de Cinema Italiano

Até 4 de dezembro é possível assistir aos filmes do Festival de Cinema Italiano, gratuitamente, de forma on-line. São 16 filmes inéditos, produzidos entre 2021 e 2022 e exibidos em diferentes festivais pelo mundo, e 16 clássicos protagonizados pelas maiores divas da cinematografia italiana.

Imagem de rawpixel.com no Freepik

O COLETIVO precisa sair da U.T.I.

Grosso modo, a política é dividida “didaticamente” em esquerda, centro e direita. Não é a melhor metodologia de compreensão da realidade, pois “cabresta” o indivíduo a um quadrante do pensamento. Porém, para efeito da discussão que se pretende estabelecer, essa ideia já basta.

Comunicado importante

O 27º Congresso do Sindsef-SP foi adiado para os dias 03 e 04/03/2023. Saiba as datas para entrega de resoluções e eleição de delegados.

Povos indígenas em foco

Os povos indígenas estão em pauta no 26º festival Forumdoc.bh, voltado para documentários etnográficos. São disponibilizados cinco filmes na plataforma Itaú Cultural play até 22 de novembro