Começa hoje a Plenária Estatutária da Condsef

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

 

Começa hoje, 12 de abril, a Plenária Estatutária da Condsef, em Caldas Novas. O Sindsef-SP enviou  uma delegação para participar da atividade que discutirá, até domingo (15), questões importantes para reforçar a luta dos servidores, como a votação de um calendário de atividades e a necessidade de iniciar uma greve por tempo indeterminado.

Na sexta começam efetivamente os debates e avaliação da conjuntura, balanço do processo de mobilização dos servidores e plano de lutas. No sábado, grupos de trabalho serão formados para discutir pontos relevantes para toda a base bem como demandas específicas. Esses pontos serão sistematizados e finalmente, no domingo, colocados em discussão e votação na plenária. 

Confira a seguir a agenda completa da plenária:

 

DIA 12/04/2012 | QUINTA-FEIRA
• 14h – Início do Credenciamento de Delegados
• 17h – Abertura da Plenária Estatutária
• 17h30 – Aprovação do Regimento Interno da Plenária
• 18h30 – Informes Gerais da CONDSEF
• 19h – Encerramento do 1º dia
• 19h30 – Jantar

 

DIA 13/04/2012 | SEXTA-FEIRA
• 09h – Continuação do Credenciamento de Delegados
• 09h – Debate sobre Avaliação da Conjuntura
• 12h30 – Almoço
• 14h30 – Apresentação dos Textos, publicados no Caderno
• 16h – Debate sobre Balanço do Movimento/Plano de Lutas
• 17h – Encerramento do Credenciamento de Delegados
• 18h30 – Encerramento do 2º dia
• 19h – Jantar

 

DIA 14/04/2012 | SABÁDO
• 09h – Grupo de Trabalho para discutir os pontos constantes no temário da Plenária Estatutária
• 12h30 – Almoço
• 14h30 – Retomada das discussões no Grupo de Trabalho
• 17h30 – Comissão de Sistematização e Relatoria
• 18h20 – Encerramento do 3º dia
• 19h – Jantar

 

DIA 15/04/2012 | DOMINGO
• 09h – Instalação do Plenário para discussão e aprovação dos pontos sistematizados pela Comissão de Sistematização e Relatoria
• 12h30 – Encerramento dos Trabalhos

 

Com informações da Condsef

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.