Delegados elegeram nova direção da Condsef e aprovaram resoluções para o próximo período

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

 

Os delegados presentes no XI ConCondsef elegeram a diretoria que conduzirá a entidade pelos próximos três anos. Três chapas participaram do pleito, o Sindsef-SP faz parte da composição da Chapa 1, que aglutinou vários setores e arrecadou 1093 votos.  A partir de janeiro, Sérgio Ronaldo da Silva é o novo secretário-geral da Confederação.

A Chapa 3, segunda mais votada,  recebeu 593 votos e a Chapa 2 ficou com 121. Em janeiro ocorre uma reunião para definir a nova composição da direção executiva e os integrantes dos departamentos.

Logo após a posse da diretoria, prevista para janeiro/2014, Sérgio Ronaldo terá que arregaçar as mangas para garantir o cumprimento das resoluções aprovadas no Congresso da confederação, a começar pela construção de uma forte greve da categoria em março e a defesa pela anulação da reforma da previdência.

Também estão entre as resoluções do congresso, aprovadas por ampla maioria, a rejeição da proposta de anulação da Ação Penal 470, que trata da condenação dos mensaleiros, e a moção apresentada pela CUT Pode Mais em repúdio à contratação de Delúbio Soares pela CUT.

As intervenções firmes e coerentes realizadas pela delegação do Sindsef-SP conquistou apoiadores para tese 4 “Avançar na unidade rumo à uma nova direção” e contribuiu para garantir  a unidade entre os setores dispostos a lutar em defesa dos trabalhadores.

Assista a intervenção de Helton Ribeiro em defesa da anulação da reforma da previdência  e de Mácia Teixeira, em contra a anulação da Ação Penal dos mensaleiros, durante o XI ConCondsef.

Helton Ribeiro – Pela Anulação da Reforma da Previdência

 

Mácia Teixeira – Contra a anulação da AP 470

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.