Filhos

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Não quero! Que meus filhos, nem os filhos dos outros, sofram as mazelas do Capitalismo:
A fome é uma delas.
A discriminação social é parte delas.
O desemprego é arma nelas.
O preconceito é alimento nelas.
Então!
Lutar contra o sistema capitalista é obrigação de cada mãe! Que não amarela.
É tarefa da mãe dar a vida.
E tentar garantir o futuro de liberdade e igualdade na sociedade, que aprisiona quem não tem dinheiro.
Fora o capitalismo.
Fora o machismo.
O hoje é decisivo…
Viva o socialismo!

(Maria da Rocha)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.