Greve do Dnit atinge 21 estados e o Distrito Federal

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Servidores do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) iniciaram um movimento paredista hoje, 25 de junho. Já no primeiro dia a paralisação atinge 21 superintendências regionais, além da sede em Brasília.
Em São Paulo, a adesão foi de 100%, parando inclusive as unidades locais de Taubaté, Registro e S. J. do Rio Preto. Nem mesmo o clima frio e úmido intimidou os trabalhadores. “Estamos mobilizados e unidos para conquistar as reivindicações que estão em pauta”, afirmou André Martins, Analista de Infraestrutura de Transportes.

Desde 2008 sem aumento, a categoria defende a equiparação salarial com as agências reguladoras e a reestruturação das carreiras. Cansados das inúmeras reuniões com o governo e sem nenhuma perspectiva de ver suas reivindicações discutidas com seriedade, os servidores decidiram entra em greve por tempo indeterminado.

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão divulgou um calendário de reuniões com a Condsef para os próximos dias. A reunião com o Dnit está prevista para próxima quinta-feira, 27 de junho, às 15h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

TRF1 assegura direito de servidora permanecer no órgão para o qual foi removida por permuta

A 1ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) confirmou a sentença que julgou procedente o pedido para anular ato do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT3) que determinou o retorno de uma servidora ao órgão de origem, reconhecendo o direito de ela permanecer no TRT da 22ª Região (TRT22), com lotação em Teresina/PI, para o qual foi removida, em reciprocidade, mesmo após o retorno à origem da servidora com quem permutou.