Greve dos trabalhadores dos Correios vai a julgamento

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

 

O dissídio dos trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) será julgado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) nesta terça-feira (11), a partir das 16h.

 

 

 

Brasília – Trabalhadores dos Correios em greve em frente ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) durante tentativa de conciliação (07/10) entre a direção dos Correios e os representantes da categoria<--break->.

 

O julgamento acontece em clima tenso, depois de duas audiências realizadas na semana passada não houve avanços nas negociações entre a empresa e a categoria.

No dia 7 de outubro, o presidente do TST, ministro João Oreste D

alazen, apresentou proposta incluindo  reajuste de 6,87% na data-base (1º de agosto), abono imediato de R$ 800 e aumento real de R$ 60 a partir de janeiro. O impasse permaneceu em relação aos dias parados. Seis dias de greve, que já foram descontados, seriam devolvidos de imediato e descontados em 12 vezes a partir de janeiro. Os demais dias seriam compensados.

Na avaliação de Geraldo Rodrigues, membro da FNTC (Frente Nacional dos Trabalhadores dos Correios), a greve é muito forte nacionalmente, por isso o governo e a empresa estão tentando a todo custo derrotar o movimento. “Esse mesmo governo que foi eleito com o voto dos trabalhadores dos Correios está atacando nossos direitos”, ressaltou. A paralisação completa 28 dias nesta terça.

Foto: Renato Araújo/ABr

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.