Greve no Dnit segue forte em todos os estados

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

A greve nacional dos servidores do Dnit completa 11 dias nesta sexta-feira (05/07). Sem avanço nas negociações o movimento se intensifica. A paralisação conta com a adesão de 22 superintendências, além da sede em Brasília.

Os trabalhadores da Superintendência Regional de Pernambuco decidiram em assembleia, realizada em 03/07, aderir ao movimento paredista iniciado no resto do país no dia 25 de junho.

Em São Paulo, os trabalhadores realizam diariamente atividades de formação com palestras, debates e apresentação de vídeos e filmes que abordem a conjuntura atual no Brasil e no mundo.

Audiência Pública – Ontem, 04 de julho, as comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público e de Viação e Transportes promoveram uma audiência pública para discutir a reestruturação das carreiras e plano de cargos e salários do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

O evento foi solicitado pelos deputados Gorete Pereira (PR-CE) e Wellington Fagundes (PR-MT). A deputada Gorete Pereira afirma que a finalidade é debater os motivos da interrupção das negociações de reajustes dos proventos dos servidores do Dnit com o governo federal. “O órgão é extremamente importante para a execução de obras federais do PAC”, afirmou.

Entre as principais reivindicações estão melhores condições de trabalho, a reestruturação do órgão e equiparação salarial com as agências reguladoras.

O Dnit está entre as categorias que não aceitaram o reajuste de 15,8% divididos em três anos, arrancado do governo durante as negociações de 2012. Este ano eles tentaram retomar a negociação, mas ficou claro que a estratégia do governo seria as mesas de enrolação, onde muito se fala e nada se decide.

Com a greve, os servidores buscam pressionar o governo a atender demandas urgentes do setor. O Dnit é o órgão responsável pela construção, manutenção, restauração, duplicação e sinalização de rodovias, portos, hidrovias. A greve foi deflagrada depois de mais de cinco anos sem avanços nas negociações com o governo federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.