Incra: Acordo é assinado no final do ano

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

No apagar das luzes de 2012, após o fim da greve e quando muitos servidores estavam de férias, a proposta do Governo Dilma rejeitada pelos grevistas do Incra, foi reapresentada  e, com um empurrão dos setores governistas, aprovada na maioria das assembleias.

Sem perspectiva de melhorias no órgão, para não ficar mais um ano com salário congelado, os trabalhadores decidiram aceitar a mesma proposta apresentada anteriormente pelo governo. Os servidores novos e do nível médio, que não foram contemplados com a proposta e era maioria durante a greve, são os mais prejudicados.

No dia 10/12 aconteceu a Plenária Nacional dos servidores do Incra, marcada para discutir o plano de lutas para 2012. Lá o representante do Sindsef-SP, Helton Ribeiro, foi informado que o governo havia reapresentado a proposta na sexta-feira, 7, à noite. “Nessa plenária a gente conseguiu pelo menos que essa reapresentação da proposta para o governo fosse encaminhada às bases. Isso foi aprovado, foi dado um prazo de 3 dias para a realização de assembleias nas superintendências regionais”, explicou Ribeiro.

Em São Paulo foi marcada a assembleia para o dia 12/12, porém, houve a ocupação do prédio pelo MST, impossibilitando a realização da atividade. O estado não se manifestou em relação ao tema.

 

Mobilização continua

 

Uma assembleia realizada no dia 19/12 deliberou que os servidores vão continuar reivindicando a equiparação com a carreira de fiscais agropecuários do MAPA e um grupo de trabalho foi criado para embasar melhor a reivindicação. O GT tem finalidade de estudar as atribuições desta carreira para mostrar, especialmente aos servidores de nível médio, a possibilidade de que todos sejam contemplados com o enquadramento.

De acordo com Helton Ribeiro, a equiparação era uma proposta específica do Incra que as entidades representativas haviam apresentado ao Ministério do Planejamento. “Essa proposta acaba sendo esquecida na hora que o governo faz uma oferta e a categoria termina discutindo em cima dessa oferta rebaixada”, concluiu.

 

 

 

Foto: Fábia Corrêa
Texto: Lara Tapety 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Curtas Jornadas Noite Adentro

Vale a pena conferir o longa Curtas Jornadas Noite Adentro, de Thiago B. Mendonça, que estará disponível na plataforma on-line do Sesc até 25.02.2023.

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.