Metalúrgicos da GM estão em greve contra demissões na montadora

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Os metalúrgicos da General Motors de São José dos Campos estão em greve desde o dia 20/02. Nesta segunda-feira, 23, decidiram em assembleia manter o movimento contra os planos da montadora em demitir cerca de 800 funcionários na planta local.

Durante a paralisação, os trabalhadores permanecem dentro da fábrica, mas sem produzir um carro sequer. Com isso, deixam de ser produzidos 300 veículos por dia.

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, filiado à CSP-Conlutas, e representantes da  GM reúnem-se, amanhã, dia 24, no Tribunal Regional do Trabalho – 15ª. Região (TRT), em Campinas, para uma audiência de conciliação. Uma comissão de trabalhadores acompanhará a audiência. 

Na última reunião, a GM propôs a abertura de um novo lay-off por dois meses para 798 trabalhadores. Após esse período, todos seriam demitidos. Com a greve, a montadora fica legalmente impedida de realizar demissões.

O Sindicato concorda com a realização do lay-off, desde que haja garantia de estabilidade para todos os trabalhadores, ou seja, desde que não ocorra nenhuma demissão.

“Não há qualquer hipótese de aceitarmos demissões na fábrica. Desde sexta-feira, o Sindicato se colocou à disposição da empresa para dar continuidade às negociações, mas até agora a GM não se manifestou. A única saída para garantir o emprego desses trabalhadores é continuarmos com a greve”, afirma o presidente do Sindicato, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá.

Em apoio à paralisação, representantes de diversos sindicatos e entidades estiveram presentes na assembleia realizada hoje como Metroviários de São Paulo, Petroleiros do Rio de Janeiro, Metalúrgicos de Ouro Preto, Divinópolis e São João Del Rey, Alimentação, Químicos e Correios de São José dos Campos e região, Correios de Santa Catarina, Federação Nacional dos Petroleiros, Associação Democrática dos Aposentados e Pensionistas do Vale do Paraíba, além de estudantes da USP e Anel (Assembleia Nacional dos Estudantes Livre).

Fonte: Sindmetalsjc.org.br

Fotos: Tanda Melo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.