Sindsef-SP se reúne com superintendente do Ministério do Trabalho para tratar de pautas específicas da categoria

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Na reunião representantes dos trabalhadores questionaram a urgência da instalação do SisRef – Sistema de Registro Eletrônico de Frequência e em que fase se encontra o plano de gestão, dentre outros temas de interesse da categoria.

O superintendente Marco Antonio Melchior afirmou que apesar do sistema SisRef já estar em funcionamento, o seu uso ainda não é obrigatório. Melchior informou que sua orientação aos gerentes regionais, visava testar seu funcionamento, possibilitando ajustes necessários.

Apesar do cronograma oficial ainda considerar o dia primeiro de dezembro como indicativo para implementação do sistema, Marco destacou que ainda está sendo aguardada a publicação de portaria sobre essa pauta.

Diante de possíveis falhas técnicas no sistema e do final de mandato deste governo, há chances significativas dessa implementação ser adiada mais uma vez.

Plano de Gestão

Questionado sobre em que fase se encontra o Plano de Gestão, Melchior explicou que no âmbito do Mistério do Trabalho, o projeto foi assinado pelo ministro e iniciou-se a definição de quais atividades estariam contempladas. A princípio foram indicadas: atividades de analista de Semur, algumas atividades do atendimento e algumas atividades que englobavam servidores da fiscalização.

Esse primeiro mapeamento gerou muitas dúvidas e para saná-las foi criado um grupo de trabalho para estudar as atividades que irão fazer parte desse projeto. O estudo foi concluído e enviado para setor responsável. Agora estaria aguardando a assinatura do ministro e a publicação no Diário Oficial da União.

O superintendente ficou de ligar para Brasília para saber se há novidades sobre esse tema e observou que também há questões técnicas a serem solucionadas para o pleno funcionamento do projeto.

O Sindsef-SP criticou o fato de o governo ter como prioridade gastar com a implementação de uma ferramenta que visa apenas o controle dos trabalhadores, que já provaram sua dedicação e empenho em manter o funcionamento do órgão, em especial nesse período de pandemia, onde cumpriram um papel primordial no atendimento à população trabalhadora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.