Conheça o novo portal do Sindsef-SP!

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Site destaca os coletivos de base e projetos do sindicato

Quem acessou o endereço www.sindsef-sp.org.br teve uma surpresa: o Sindsef-SP agora tem um novo portal! O site não ganhou apenas uma repaginada em seu visual, como também, novos conteúdos, com destaque para os coletivos de base e projetos do Sindsef-SP.

Esse site também é seu!

O layout do novo site é baseado no projeto de comunicação popular do Sindsef-SP. Tem como foco garantir a possibilidade do engajamento das servidoras e servidores públicos federais na comunicação sindical, seja por meio dos coletivos de aposentados, combate à opressão racial, combate à opressão das mulheres, comunicação, cultura, formação política, jurídico, saúde do trabalhador e servidores do interior; ou através dos projetos Sind Voz e Sind Dicas.

A ideia é que os servidores enviem suas contribuições para serem divulgadas no portal e nas redes sociais do sindicato. Evidentemente, sempre seguindo as resoluções políticas congressuais, que sustentam a linha editorial.  

O site inclui espaços de comunicação dirigida aos filiados e pretende facilitar a busca dos servidores públicos federais de diversos órgãos e segmentos pelas informações de seu interesse. Os aposentados, por exemplo, têm um espaço especial, assim como os servidores do interior. Além disso, na barra “Encontre aqui” o visitante pode pesquisar o que procura digitando palavras-chave.  

Filiados têm acesso privilegiado

Na parte superior do portal, há informações sobre o sindicato, os coletivos, convênios etc. É possível navegar pela linha do tempo da história e conferir quem são os integrantes da atual gestão. Ao clicar na aba “Estatuto do Sindsef-SP”, o usuário perceberá que não terá acesso se não for cadastrado. Então, é preciso fazer o cadastro. Depois, basta acessar a conta e terá acesso à área restrita aos filiados, que ainda está sendo atualizada. 

A página inicial tem uma notícia em destaque e, logo abaixo, as publicações mais recentes. Basta clicar em “Mais notícias” para visualizar a lista de notícias e seguir pelas páginas. Além disso, o site apresenta vídeos e fotos das atividades realizadas pelo sindicato. É possível assistir as lives, palestras e seminários ali mesmo ou ser direcionado para o YouTube.

Calendário de lutas

Uma das novidades é a agenda, que fica na lateral direita da página principal. Ao clicar em “Ver agenda”, você verifica a programação de eventos, como assembleias e atos, e datas comemorativas do Sindsef-SP.

Destacam-se, também no canto, os projetos Sind Voz, Sind Dicas, Nossa Gente, Sindsef-SP em Movimento, Oficina Bordando e Lutando e o Plantão Jurídico On-line. Logo em seguida, estão as publicações da imprensa sindical e links direcionados à nossa Central Sindical e Popular (CSP) – Conlutas, ao Movimento Mulheres em Luta, Movimento Quilombo Raça e Classe, Setorial LGBT+ e Movimento Luta Popular. As principais notícias da CSP-Conlutas também têm uma área reservada após as postagens do Sindsef-SP.

O novo portal é conectado às redes sociais, e seu web design é “responsivo”, ou seja, permite que as páginas se adaptem bem em uma variedade de dispositivos e tamanhos de janela ou tela do mínimo ao máximo.

Esse é um novo instrumento de comunicação contra hegemônica, trazendo uma visão crítica da realidade em que vivemos e apontando alternativas classistas na perspectiva da ruptura com o capital.

Junte-se a nós! Traga suas contribuições e compartilhe as notícias em suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Alerta sobre ligações referentes à ações!

O celular do escritório jurídico da Dra. Eliana Ferreira foi clonado e alguns clientes estão entrando em contato relatando ter recebido ligação sobre ações ganhas, com valores a receber. O

Assembleia dos servidores do Ipen

Na próxima terça-feira, às 10h, o Sindsef-SP e a Assipen realizam a assembleia dos servidores do Ipen. Em pauta: negativa das férias de 20X20.