Pela aprovação da PEC contra o Trabalho Escravo!

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

 

Desde de 2001 tramita na Câmara dos Deputados uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 438/2001, que prevê o confisco de propriedades rurais ou urbanas onde for constatado trabalho escravo ou analogo à escravidão. Esta PEC, após votação no Senado, está parada na Câmara desde 2004. Mas, agora, o tema voltou à pauta. Há votação prevista na Câmara dos Deputados para esta terça*feira (8).

A PEC regulamenta a possibilidade de expropriação sem indenização de propriedades rurais ou urbanas onde se constate trabalho análogo à escravidão, propriedades que deverão ser destinadas à programas de reforma agrária (rurais) e programas de moradia popular (urbanas).

É claro que essa proposta é polêmica, já que há uma forte bancada que representa interesses do agronegócio no Congresso e faz de tudo para que a emenda não seja aprovada.

A CSP Conlutas está se somando aos esforços que vem sendo desenvolvidos por várias organizações dos trabalhadores, entidades ligadas aos direitos humanos e organizações democráticas, para pressionar os deputados para a provação da referida PEC. 

A CSP Conlutas conclama todos os sindicatos, movimentos e organizações que fazem parte da nossa central, a que se somem a este esforço e se manifestem junto aos parlamentares pela aprovação da PEC 438.

Segue o link para abaixo assinado eletronico que será enviado aos parlamentares. Assine!

http://www.avaaz.org/po/stop_slavery_in_brazil/?cl=1770893582&v=13903

 

Fonte: CSP-Conlutas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.