Servidores do Incra aprovam suspensão da greve

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

 

Os servidores do INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) decidiram suspender o movimento grevista e retornam ao trabalho na segunda-feira, 17/09.

 

 

 

 

A decisão foi tomada na plenária setorial realizada ontem, 13, em Brasília. A volta ao trabalho vai acontecer com atos nos estados.  Os servidores também decidiram manter o comando de mobilização, a unidade entre os trabalhadores do Incra e MDA e a promoção de ações conjuntas em defesa das demandas urgentes dos servidores federais. A plenária também reafirmou a comissão de negociação com representantes da Condsef, Cnasi, Asinagro e Asemda. Esta mesma comissão vai procurar o Ministério do Planejamento para reinstalar o processo de negociações da pauta de reivindicações dos servidores e discutir a devolução de salários cortados.

A categoria também vai auxiliar no trabalho que deve ser realizado junto ao Congresso para garantir a supressão do artigo 76 da Lei de Diretrizes Orçamentárias que impõe o dia 31 de agosto como prazo máximo para envio de projetos com previsão orçamentária para o ano seguinte. Os servidores seguem em busca do atendimento emergencial de suas reivindicações e esperam que a retomada das negociações traga soluções para impasses que não foram superados nas negociações até o dia 31 de agosto. A expectativa é de que diante de uma possível supressão do artigo 76 os servidores possam ter um projeto aditivo ao orçamento enviado ao Congresso.

São Paulo

Em assembleia realizada na manhã de hoje, 14, os servidores do Incra/SP decidiram seguir o indicativo da plenária setorial e retornam ao trabalho na segunda-feira (17/09). Para o servidor Felipe Atoline, este foi um movimento vitorioso e com alto índice de adesão. “Foi movimento mais forte da história do Incra na gestão do PT”, avaliou.

Atoline observa que os servidores rejeitaram a proposta do governo de forma consciente, sem falsas expectativas, “o que foi apresentado não atendia nem ativos e aposentados, nível médio e nível superior, novos e antigos”, comentou.

Com o objetivo de manter a mobilização, serão realizados encontros semanais, sempre as sextas-feiras, para acompanhar a negociação com o MPOG e organizar um grande ato no estado. Além disso, os servidores retornarão ao trabalho fazendo uso dos coletes e adesivos de greve.

Com informações da Condsef

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.