Servidores do Incra/SP em greve vão intensificar as mobilizações

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Os servidores da Superintendência Regional do Incra em São Paulo aprovaram nesta terça-feira (21) que irão realizar um piquete na frente do prédio a partir  de amanhã , 22/08.   A mobilização é uma resposta à proposta apresentada pelo governo às reivindicações da categoria. 

O governo oferece índices muito aquém do reivindicado pelo conjunto do funcionalismo. A proposta prevê um reajuste de 15,08% parcelado em três anos. Com a primeira parcela, de 5%, para julho de 2013 e o mesmo índice nos dois anos seguintes.

Em assembleia realizada na manhã de hoje, 21, os servidores rejeitaram a proposta, decidiram manter a greve por tempo indeterminado e para intensificar a pressão irão fechar o órgão a partir desta quarta-feira, 22/08.

Na avaliação da categoria, a proposta é insatisfatória, pois não atende minimamente a pauta do setor e, ainda, amplia as distorções existentes. O que esta colocado é um reajuste ínfimo para daqui a 12 meses e a definição antecipada de reposições salariais de 5% em 2014 e 2015. 

Os servidores do Incra estão em greve desde o dia 2 de julho. Na semana passada uma barreira humana foi formada na calçada da Superintendência garantindo 100% de adessão a paralisação. Hoje, 21/08, cinco superintendências regionais estão fechadas, além do Distrito Federal. A partir de amanhã São Paulo vai entrar nesta estatística. 

Uma nova reunião esta marcada para às 21h, desta quarta-feira com o secretário de recursos humanos, Sérgio Mendonça, e sua equipe.

A greve no Incra faz parte da Campanha Salarial Unificada dos Servidores Federais e tem entre as principais reivindicações a reposição salarial de 22,08%; definição de data-base (1º de maio); política salarial permanente; paridade entre ativos, aposentados e pensionistas; cumprimento dos acordos firmados com o governo; contra qualquer reforma que retire direitos dos trabalhadores; e reajuste dos benefícios.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.