Servidores do INCRA/SP rejeitam proposta do governo e aprovam indicativo de greve

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Os servidores do Incra/SP decidiram rejeitar a proposta de reajuste apresentada pelo governo e iniciar um movimento grevista a partir de 14 de julho. A decisão foi aprovada, por unanimidade, na assembleia de quarta-feira, 01 de julho, no auditório do Incra/SP.

<--break->Os presentes definiram um calendário de mobilização para os próximos dias. No dia 07 de julho, às 10h, vai haver uma palestra sobre “Crise econômica e ajuste fiscal”. A atividade visa marcar o Dia de Luta e acompanhar os desdobramentos da reunião do Fórum dos SPF com o governo. Outra importante decisão da assembleia foi entrar imediatamente em estado de greve.

O primeiro ponto de pauta foi dedicado a avaliação da paralisação do dia 25 de junho e das panfletagens realizadas com o objetivo de dar visibilidade a mobilização. O material foi distribuído na plenária dos Movimentos Sociais (25 de junho, na Quadra dos Bancários)  e no lançamento da Frente Pela Reforma Agrária, Agricultura Familiar e Segurança Alimentar (dia 26 de junho, na ALESP).

O texto do panfleto aponta a contradição no discurso do governo, que promete mais  investimento no setor agrário, e a realidade onde se observa cortes no orçamento do INCRA e MDA, liberação de seis vezes mais recursos para agronegócio que para agricultura familiar, por exemplo.

Além disso, denuncia a falta de estrutura do INCRA e do MDA e compara os valores destinados ao pagamento de juros da dívida pública. “Este ano já foram pagos, em forma de juros, quase 150 bilhões de reais, mais de oitenta vezes o orçamento do Incra e MDA, de 1,8 bilhão de reais”, diz um trecho.

Os servidores também entregaram uma carta ao Ministro da Agricultura relatando as dificuldades enfrentadas no cotidiano para a executar as tarefas de responsabilidade do INCRA e do MDA. “A valorização dos servidores com salários, carreira e condições adequadas de trabalho não é mero discurso sindical – é vital para o fortalecimento do serviço público, e consequentemente, para o desenvolvimento do campo e para a soberania do país,” argumentam no documento.

 O plano “Novo Incra” também foi alvo de duras criticas durante a assembleia, pois até o momento não há nenhum ponto que trate da carreira e da valorização dos  dos servidores, além disso, o projeto prevê concursos públicos somente para 2017.  Sobre esse tema, será encaminhada uma carta a CNASI solicitando sua saída da mesa de negociação que trata da criação do “Novo Incra”, caso a questão da reestruturação da carreira não seja pautado.

A proposta de reajuste salarial do governo desencadeou uma grande indgnação nos trabalhadores. Eles consideram que é preciso reagir e pressionar o governo para reverter este arocho salarial e principalmente o parcelamento proposto. “Se aceitarmos este parcelemnto de quatro anos o que virá depois? 10 anos? um parcelamento até à aposentadoria?”, questionou o servidor Felipe Atoline.

Calendário de atividades para os próximos dias

A partir de 02 de julho – Estado de greve

07 de julho – Dia Nacional de Paralisações e Mobilizações

9h – Café da manhã

10h – Palestra sobre “Crise econômica e ajuste fiscal”

08 de julho, às 10h – Assembleia dos servidores

14 de julho – início da greve

 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL DOS SERVIDORES DO INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária)

 

             Os representantes legais da Diretoria Colegiada do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal do Estado de São Paulo – SINDSEF-SP, no exercício da competência que lhes confere o estatuto da entidade, por meio deste edital, CONVOCAM todos os servidores do INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) do Estado de São Paulo, para participarem de ASSEMBLEIA GERAL objetivando  DELIBERAR ACERCA DA DEFLAGRAÇÃO DE MOVIMENTO PAREDISTA/GREVE , em razão da campanha salarial dos servidores públicos federais, a realizar-se no dia 08 (OITO) de julho de 2015 (dois mil e quinze), as 10h (dez horas), no Incra/SP sito à Rua Dr. Brasílio Machado, 203, 8º andar, Santa Cecília, São Paulo – SP, em primeira convocação e, em segunda, as 10h30min, sendo o quorum para deliberação por maioria simples dos presentes. 

 

                                     São Paulo, 02 de julho de 2015. 

                              DIRETORIA COLEGIADA DO SINDSEF-SP  

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.