Servidores do IPEN protestam contra o fim da GEPR

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

 

Desde que o governo anunciou o fim da GEPR para todos os servidores do IPEN (Instituto de Pesquisas Energética Nucleares) o clima de insatisfação tomou conta dos trabalhadores. Pelo segundo dia consecutivo os servidores reduziram o ritmo do trabalho e estão reunidos dentro do Instituto buscando alternativas para ampliar a pressão e mostrar sua indignação com mais este ataque.

O prazo para regulamentação se esgota em poucos dias.  Caso não seja regulamentada o governo afirma que o pagamento será suspenso: cortarão de metade dos servidores no próximo contra-cheque, completando o serviço no contra-cheque seguinte , quando ninguém receberá.

 

Por isso os funcionários ligados à produção de Radioisótopos e Radiofármacos decidiram fazer uma mobilização para barrar esta redução de salário. O objetivo é para a regulamentação sair do MCT&I (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação) do Ministério do Planejamento e ir diretamente para a sanção presidencial.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.