Servidores do MTE aprovam indicativo de paralisação no dia 10 de junho

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Em assembleia realizada na tarde de ontem, 04/06, os servidores administrativos do Ministério do Trabalho e Emprego aprovaram o indicativo de parar as atividades por 24 horas, no dia 10 de junho. A decisão visa acompanhar o calendário da Condsef, aprovado na última plenária nacional.
A paralisação deve ser referendada nas assembleias locais, que devem ocorrer nas gerências a postos do MTE até o dia 09 de junho. Até o momento já estão agendadas assembleias na superintendência, na Lapa e em Campinas.

O dia 10 de junho foi definido como um Dia Nacional de Luta e faz parte de um calendário de atividades em prol da campanha salarial, aprovado na plenária nacional da Condsef, realizada em Brasília, no dia 30 de maio. Os participantes da plenária também aprovaram os dias 25 de junho e 03 de julho como dias nacionais de luta. Nestas datas devem ocorrer atos nos estados para dar visibilidade às reivindicações dos SPFs e buscar um processo efetivo de negociações.

Na SRTE/SP, os trabalhadores realizarão uma agitação na entrada do prédio ao longo do dia, com distribuição de carta à população apontando os principais problemas existentes na instituição e denunciando a falta de segurança do prédio.

Portaria 771 – O MTE instituiu a Política de Qualidade de Vida no Trabalho – “Trabalho & Vida”, destinada aos Servidores do órgão. Os servidores aprovaram a elaboração de um requerimento administrativo endereçado ao ministro do trabalho, Manoel Dias, onde serão apontados todos os problemas enfrentados pelos servidores do órgão cotidianamente.

Como instituir política de qualidade de vida no trabalho, se os servidores do MTE estão abandonados pelos gestores do ministério, são obrigados a trabalhar sem as garantias básicas de segurança e condições mínimas necessárias para realização de suas tarefas, sem um plano de carreira que possibilite a valorização profissional do servidor.

Será que a implementação desta ferramenta virá junto com o atendimento das justas, e antigas, reivindicações dos trabalhadores do setor?

Particepe do ato no dia 10 de junho em frente ao prédio da superintendência do MTE (Rua Martins Fontes, 109 – Centro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Curtas Jornadas Noite Adentro

Vale a pena conferir o longa Curtas Jornadas Noite Adentro, de Thiago B. Mendonça, que estará disponível na plataforma on-line do Sesc até 25.02.2023.

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.