Sindsef-SP de olho na Geap

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

O Sindsef-SP está buscando, junto ao setor jurídico, uma solução sobre o aumento dos valores da Geap e outros temas que dizem respeito aos planos de saúde dos servidores, que depende de uma posição da Condsef, por se tratar de uma luta política de caráter nacional. Em breve, publicaremos novidades!

Desde novembro do ano passado, o sindicato procurou a Confederação para tratar de assuntos referentes à Geap. Na primeira semana de dezembro de 2015, o Sindsef-SP enviou um ofício (Leia aqui) à Condsef no qual abordou que a Geap não mais aceita novos contratos de adesão e que este fato inviabiliza o atendimento à saúde dos trabalhadores. Ciente de que a Condsef pleiteava a realização de uma reunião com a Diretoria Executiva da Geap, o Sindsef-SP reivindicou que o assunto fosse tratado.

Reunião ampliada do Fonasef

É possível que a operadora de planos de saúde esteja entre os assuntos da reunião ampliada entre representantes do conjunto dos federais e o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasef), em Brasília, nos próximos dias 16 e 17, sábado e domingo.

Estão previstos na programação de sábado painéis que vão debater temas como direito de greve, data base, negociação coletiva e análise de conjuntura. Já no domingo, os participantes vão discutir e apresentar resultado dos debates de grupos de trabalho que serão formados.

Haverá o levantamento de propostas que vão compor os encaminhamentos finais do encontro e devem servir de base para a construção e consolidação de ações em torno desta campanha em defesa dos serviços públicos.

 

 

Por Assessoria
Publicado em 12/01/2016

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.