Solidariedade à família de Matheus! Repudiamos mais essa ação violenta da PM, que terminou na morte de outro jovem negro e periférico!

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram
Matheus Simões — Foto: Arquivo pessoal

O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal do Estado de São Paulo (Sindsef-SP) expressa indignação ao tratamento violento e desumano dispensado pela Polícia Militar de São Paulo, que resultou na perda irreparável de outro jovem negro e periférico.

Matheus, 21 anos, andava de moto no começo da manhã de domingo (25), quando um policial militar portando um fuzil, na tentativa de derruba-lo, se jogou ao seu encontro. A arma cortou a jugular do jovem, que sangrou até a morte.

O relato angustiante da tia de Matheus, Aline, revela a brutalidade desmedida de uma abordagem policial. O uso excessivo da força, culminando na tragédia que ceifou a vida de Matheus, não pode ser tolerado nem justificado.

Aline conta que, ao ver o sobrinho caído no chão, largado como uma roupa suja, ainda foi destratada por um policial. A família está muito abalada com o que aconteceu.

O tratamento discriminatório e violento dispensado pela polícia em determinadas áreas, contrasta com a servidão dos mesmos em áreas nobres.

Repudiamos veementemente as tentativas de responsabilizar a vítima por sua própria morte, como se a mera presença em seu próprio bairro fosse motivo para ser alvo de violência policial. As declarações evasivas das autoridades competentes são uma afronta à justiça e à memória de Matheus.

Exigimos uma investigação imparcial e rigorosa sobre o ocorrido, com a responsabilização exemplar de todos os envolvidos nessa trágica “operação”. A impunidade não pode mais prevalecer diante de casos tão graves como este.

À família estendemos nosso apoio e solidariedade neste momento de dor e luto. Que a memória de Matheus seja honrada com a busca incansável por justiça, para que enfim tragédias como essa não se repitam.

Na Brasilândia e em todas as comunidades periféricas, reafirmamos: NOSSAS VIDAS IMPORTAM!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

17/04: Ato contra a privatização da Sabesp!

A votação do projeto que privatiza a Sabesp, empresa responsável pelo tratamento de água e esgoto de São Paulo pode acontecer nesta quarta-feira, 17. Para barrar essa proposta nefasta, haverá um ato público a partir das 14h na Câmara de Vereadores.