SPU e MTE Paralisam atividades por 24 horas no dia 26 de junho

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Sindsef-SP realiza assembleias para definir sobre movimento paredista

Os servidores da Secretaria de Patrimônio da União (SPU) e da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego (SRTE-SP/MTE) paralisam suas atividades por 24 horas, nesta terça-feira (26), como parte das mobilizações da campanha salarial 2012.

No mesmo dia ocorrem assembleias no IBAMA e no INCRA. Na quarta-feira (27) é a vez dos servidores da Fundacentro se reunirem para receber informes sobre a campanha salarial e sobre a greve nacional dos SPFs.
Os trabalhadores do IPEN (Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares) realizam paralisação de 48 horas, nos dias 27 e 28, e definirão os próximos passos do movimento em assembleia no dia 29.

Os servidores do Judiciário Federal em São Paulo aprovaram início da greve por tempo indeterminado a partir de 28 de junho, próxima quinta-feira.

Quadro de greve
A greve dos Servidores Públicos Federais (SPFs), iniciada no dia 18 de junho, está ganhando forças em todo o país. A Condsef informa que a paralisação atinge nove estados (Pará, Sergipe, Amapá, Mato Grosso, Paraná, Rio de Janeiro, Goiás, Mato Grosso do Sul e Maranhão) e o Distrito Federal. Entre os setores da administração Pública que aderiram ao movimento estão Funasa, Incra, Ministério da Saúde, Trabalho e Emprego, Agricultura, Justiça, Funai, Area Ambiental, Cnem, entre outros.

Os professores das universidades continuam em greve por tempo indeterminado, agora com o reforço dos servidores técnico-administrativos e dos docentes e funcionários dos Institutos Federais de Ensino.

Negociações
Até o momento o governo não apresentou nenhuma proposta concreta aos servidores. Cansados da enrolação, os servidores optaram pelas paralisações para pressionar e conseguir estabelecer uma efetiva negociação.

No dia 26, o Fórum das entidades do funcionalismo federal irá realizar uma reunião em Brasília para dar continuidade ao plano de mobilização e definir ações para o próximo período.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.