Todos ao Ato: Chega de SUFOCO nos Transportes!

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Para fugir da responsabilidade pelo caos vivenciado pela população paulistana na última terça-feira (04/02), o governo de Geraldo Alckmin tentou jogar a culpa para vândalos. Não “colou”. Quem utiliza o transporte público sabe a realidade. O problema começou com a falha em um trem reformado pela iniciativa privada através de um esquema de corrupção, o “Propinoduto” tucano.

Em nota, o Sindicato dos Metroviários de São Paulo explicou o ocorrido: “um trem ‘reformado’ (a maldita frota K) apresentou problemas de porta causando uma reação em cadeia. Os trens parados dentro dos túneis com o ar condicionado desligado geraram uma situação insuportável”.  Os metroviários já haviam alertado, inclusive feito denúncia ao Ministério Público, para a possibilidade de situações como esta ocorrerem, mas infelizmente, nada foi feito.

Ainda segundo o sindicato, o trem K-07, que abriu falha, é o mesmo que descarrilhou em agosto do ano passado como consequência do “propinoduto”. Está entre os 7 trens reformados em péssimas condições pela empresa privada que ganhou a licitação a base de propina. Num período de um mês, aconteceram quase 700 falhas nesses trens, sendo mais de 300 no K-07.

Os funcionários do Metrô consideram que todo o caos no transporte paulistano é de responsabilidade da gestão Alckmin e do secretário de transportes metropolitanos Jurandir Fernandes, das direções do Metrô e de empresas fornecedoras de material e mão de obra (como Alstom e Siemens) – que orquestram desvios, superfaturamentos e cartéis.

Diante da humilhação e do desrespeito ao povo, os metroviários estão convocando um protesto por melhorias no transporte público, na próxima quinta-feira, 13 de fevereiro, às 16h30, no Vale do Anhangabaú. (Veja a Carta Aberta à População)

O ato “Chega de Sufoco nos Transportes!” pede mais investimentos no metrô público, estatal e de qualidade, exige a saída dos corruptos e corruptores do Metrô e concurso para contratação de mais funcionários.

Entre as reivindicações, também está a exigência de uma solução técnica para que o ar condicionado dos trens não desligue sempre que a via tem que ser desenergizada, por qualquer problema.

 

A população está cansada de tantas falhas no sistema e de ficar sufocada nos trens em um calor de mais de 40 graus!

Desafiamos Alckmin e Jurandir a ficar dentro de um trem sem ar-condicionado por 15 minutos!

No próximo dia 13 de fevereiro, quinta-feira, todos ao ato por melhorias nos transporte público – Chega de Sufoco nos Transportes!

 

ATO CHEGA DE SUFOCO NOS TRANSPORTES!
Local: Vale do Anhangabaú
Concentração a partir das 16h30.

 

Clique para ter acesso:
< Carta Aberta à População – Vandalismo é o SUFOCO no Metrô > 
< Cartaz – Chega de SUFOCO nos transportes! > 

 

*Com informações do Sindicato dos Metroviários de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.