Unidade dos SPFs é fundamental na campanha salarial de 2012

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Entidades que representam os Servidores Públicos Federais (SPFs) retomaram a mobilização para definir estratégias para campanha salarial de 2012. Em reunião realizada na sede da Condsef, em Brasilia, no dia 10 de janeiro, destacou-se a importância da unidade entre os diversos setores do funcionalismo a fim de barrar a politica salarial do governo de Dilma Rousseff.

 

 

Durante o encontro os eixos da campanha salarial do ano passado foram reafirmados. Os representantes da categoria debateram o cenário politico e econômico nacional e internacional, para assim traçar medidas de atuação. Foi consenso que a  crise econômica mundial vai continuar sendo usada como justificativa para a politica de arrocho salarial implementada pelo governo.

De acordo com o governo a melhor forma de evitar os efeitos da crise é penalizando  o funcionalismo público. Dilma, em vários momentos, vem alegando que não é hora de dar aumento aos servidores.  A presidente não se furtou a pressionar os parlamentares para votar a DRU e o Orçamento, e assim garantir o pagamento de juros a banqueiros, deixando os trabalhadores sem qualquer perspectiva de reajuste.

 

Próximos passos

Um documento contendo os eixos da campanha será protocolado, no dia 24/01,  junto ao Ministério do Planejamento, Secretaria Geral, Superior Tribunal Federal (STF), Superior Tribunal de Justiça (STJ) e Legislativo. No mesmo dia o Fórum Nacional de Entidades volta a se reunir, às 15 horas, na sede da Condsef para definir uma data para o lançamento oficial da Campanha Salarial.

As entidades ainda debateram a necessidade da realização de uma jornada de lutas nos dias 12 a 16 de março que deve culminar com uma grande marcha em Brasília. O objetivo é trabalhar a mobilização dos servidores nos estados e preparar a categoria para um indicativo de greve na 2ª quinzena de abril caso o governo não apresente propostas concretas para o setor até o mês de março.

Outra deliberação importante  foi a reativação da “Frente Parlamentar de Defesa do Serviço Público” no parlamento federal como forma de se fortalecer a Campanha 2012 dos SPFs.

 

Bandeiras

Entre as principais bandeiras estão a Política Salarial permanente com reposição inflacionária, valorização do salário base e incorporação das gratificações; a retirada de projetos que tramitam no Congresso Nacional e prejudicam os servidores; a paridade entre ativos e aposentados; o cumprimento de acordos firmados com o governo; e a supressão do artigo 78, da LDO, que define o prazo até 31/08, para encaminhar Projetos de Lei que reestruture carreira e conceda qualquer tipo de reajuste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.