Vem aí o II Seminário dos Servidores da Saúde!

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram


O Sindsef-SP vai realizar, no dia 24 de maio de 2016,  o II Seminário dos Servidores da Saúde. O evento, direcionado para os trabalhadores lotados no Ministério da Saúde (MS), vai acontecer no Grêmio Recreativo dos Funcionários Públicos do Guarujá.

Entre os temas abordados estão aqueles na perspectiva da luta pela valorização dos servidores, em defesa da saúde do trabalhador e contra o assédio moral.

Neste ano, a batalha enfrentada pelos servidores contra o mosquito Aedes Aegypti será um dos destaques.

O crescimento dos casos das doenças causadas pelo mosquito tem abalado e aumentado o trabalho dos profissionais de saúde. Por falta de pessoal suficiente para combater a iminente epidemia, o MS suspende férias dos servidores, as prefeituras intensificam as ações de combate ao vetor da dengue, chikungunyae zika, acionam o exército e investem em campanhas de conscientização. 

Os servidores trabalham em situação precária, expostos a produtos químicos muito forte sem a garantia sequer da realização de exames periódicos, necessários para avaliar o nível de exposição e possível contaminação. Isto é, falta cuidado com aqueles que cuidam da saúde da população.

A conjuntura, situação dos intoxicados e dos trabalhadores no órgão, além da luta contra opressão e assédio foram temas abordados no I Seminário, que contou com a participação de servidores do Estado de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Věra Chytilová e a Nouvelle Vague Tcheca – Parte 2

Os grandes acontecimentos políticos reverberam nas artes, influenciam e são influenciados pelos artistas. A Nouvelle Vague Tcheca é um exemplo. Foi um movimento de cinema diferente, radical e inseparável da Primavera de Praga, aquele “segundo soberbo”, na definição do escritor Milan Kundera.

Crítica: HOLY SPIDER (Aranha Sagrada)

Pré-selecionado ao Oscar, filme aborda caso real de serial killer que foi celebrado por matar mulheres no Irã. Conhecido como Spider Killer, o assassino acredita estar numa missão espiritual de limpar as ruas do pecado.