Violência contra a mulher é tema de debate nesta quarta, 12 de março

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Em continuação aos eventos que marcam o Dia Internacional da Mulher, ocorre nesta quarta-feira, 12, às 19h, o debate “A violência contra a mulher”. O debate será no auditório do Sindsprev, na rua Antonio de Godoy, 88, 5º andar, centro. A realização e organização é uma iniciativa conjunta do Sindsef-SP, Sinsprev/SP e Sintrajud. 

Infelizmente a opressão da mulher ainda é muito presente na sociedade. Esta prática se manifesta de diversas maneiras: na violência doméstica, na mercantilização do corpo da mulher, na dupla ou tripla jornada de trabalho e na falta de igualdade de oportunidades entre homens e mulheres.

A violência doméstica é uma das facetas mais assustadoras das agressões contra as mulheres. No Brasil, a cada dois minutos uma mulher é espancada e a maioria das vítimas é negra. O perfil das mulheres assassinadas mostra que 54% têm entre 20 e 39 anos e 61% são negras. Apesar da gravidade do problema, o país tem apenas 497 delegacias especializadas no atendimento à mulher, 77 casas abrigo e 226 centros de referência.

O debate abordará outras facetas da violência à mulher e questões específicas, como tortura psicológica, falta de creches, assédio moral e sexual, discriminação racial, aplicação efetiva da Lei Maria da Penha, amparo da Legislação e a busca da conscientização dos homens contra as práticas machistas.

Com informações do Sintrajud

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.