Marcha dos servidores reúne mais de 15 mil em Brasilia

COMPARTILHE

Compartilhe emfacebook
Compartilhe emtwitter
Compartilhe emwhatsapp
Compartilhe emtelegram

Os trabalhadores foram às ruas dizer que não irão pagar a conta gerada pela crise econômica mundial. O governo da presidente Dilma recebeu o recado dos servidores públicos dos mais diversos setores e estudantes, uma demonstração de unidade e disposição dos SPf’s para o enfrentamento que se anuncia.

A plenária dos federias, realizada na parte da tarde, aprovou a deflagração da greve a partir do dia 11 de junho.
“A responsabilidade do movimento grevista que está sendo construído é dos governantes que se recusam a negociar”, falou o representante da CSP-Conlutas, Paulo Barela, ao comentar o resultado da reunião com o secretário executivo do ministério do planejamento, orçamento e gestão, Walter Correia.
A força da mobilização, realizada sob o sol escaldante de Brasília, conseguiu que uma comissão fosse recebida por Correia para discutir a pauta de reivindicação da categoria. Mas o secretário foi enfático ao dizer que Sergio Mendonça é quem negociará com os servidores.
As entidades cobraram que em oito reuniões, nenhum ponto foi objetivamente negociado. Os trabalhadores fizeram sua parte: Apresentaram números, inclusive o impacto que o aumento linear teria na folha de pagamento. E esperam uma contraproposta.
“Não queremos chegar ao final do espetáculo como coadjuvantes”, afirmou Barela, se referindo aos vários atores que disputam uma fatia do orçamento da união. E a distribuição não tem sido justa, enquanto para o pagamento da dívida pública é destinado 47% da união, os servidores ficam migalhas.

A plenária ainda aprovou um calendário de mobilizações para os próximos dias:
          11 de junho – Início do movimento paredista em diversos setores
            20 de junho – Adesão dos SPF’s na marcha da cúpula dos povos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

Cartão do Dia dos Aposentados

Feliz Dia dos Aposentados

O Sindsef-SP parabeniza os aposentados e as aposentadas pelo seu dia e reafirma seu compromisso na luta por paridade entre ativos, aposentados e pensionistas, pelo cumprimento do Estatuto do Idoso, contra os ataques à previdência e pela recomposição salarial.

Crítica: filme Noites de Paris

Nesta crítica, saiba sobre o filme Noites de Paris, que se passa em 1981. No ano de eleições, comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança.